Estante

Nossos poetas são os melhores. Nossos escritores também. Não falo apenas daqueles que já recebem os louros dos seus méritos, mas também por aqueles que estão só começando no maravilhoso caminho das letras. É importante reconhecer os nossos mais tradicionais escritores, mas, os nossos iniciantes também têm maravilhosa contribuição a nos dar com seus textos. Aqui, delicio a você, leitor, com o melhor deles. Qualquer sugestão ou dúvida, entre em contato! Será um prazer te apresentar um amigo.

Confiram as obras:

BERRO NOVO 



Bom, este não se enquadra na categoria "novos escritores", mas merece cadeira cativa na estante de qualquer bom leitor. Jessier Quirino é Paraibano de Campina Grande. Mas adotou Itabaiana para viver e produzir boa parte de sua obra, que se destaca especialmente pelo jeito "matuto" de dizer verdades, transmitir valores, informar e divertir. Autor de livros como Bandeira Nordestina, Berro Novo e Agruras da Lata D'água, na sua poesia ele revela tudo que o Sertão tem a oferecer a quem já o conhece e a quem, por ventura venha a conhecer. Nas palavras do autor, suas poesias são "feitas do verbo 'coisar', serve pra tudo no mundo". Original, não?

Berro Novo traz uma linha de poesia mais contemporânea, que o autor abraça sem, no entanto, desvirtuar-se do lirismo antiquado nordestino. Destaque pra releitura do clássico dos irmãos Grimm, "Lobo Mau e os Três Porquinhos", que ganha a versão brasileiríssima - e pontual, com o "Bolo Mau e os Três Corpinhos", um primor de comédia e de crítica ao hedonismo exagerado das moçoilas de hoje em dia!

Um ponto a ser dado é pelo aspecto original desta obra, é, sobretudo, pelo fato de que ela também vem em CD (não posso dizer se o CD vem no encarte do texto impresso), o que elimina as desculpas daqueles menos dispostos à leitura, e permite que aquele matuto velho do sertão, cheio de saudosismo, dê boas gargalhadas com os eventos cordelícios de Quirino,. Precisa nem mais dizer, não? Entre no site da editora Bagaço e não deixe de comprar o seu exemplar. Um investimento em cultura que vale pra vida toda!

O autor me mandou um "drop" do que tem produzido de mais novo. Tomo aqui a ousadia de publicar só um pouquinho de "Merenda Corriqueira":

Merenda corriqueira

Ah, se minh`aula retornasse
Pro giz da minha infância

Pro meu caderno encapado
E o meu nome escancarado:
EU, Primeiro Ano A.

Ah, Primeiro ano A!

A professora: “Bom-dia!!!”
A bolsa, a banca, a folia
A turma do dia-a-dia
A lei da Diretoria
A sineta, a correria
A hora de merendar...

Ah, se minh`aula retornasse
Pro meu recreio de infância:
Pro ritual da lancheira
Da merenda corriqueira:
O copo – irmão da garrafa
O bolo, o ponche, a toalha,
Goiaba, biscoito, pão...

Não há no mundo dos cheiros
Na mais antiga distância
Cheiro melhor que a fragrância
Dessa lancheira de infância.

Não há no reino das cores
Nos arco-íris, bandeiras
Nos frutos das romãzeiras
Amora, amor que avermelha,
Um rubro mais colorido
Que o tom da minha lancheira.

Enganam-se os poetas
Trovadores, seresteiros
Que celebram Chão de Estrelas
Versejando sem razão
Ao dizer, de vão em vão
“Que a ventura desta vida
É a cabrocha, o luar e o violão”.
É não!!!
A mais doce ventura desta vida
É a lancheira, os recreios e a lição.


PEQUENO MANUAL DE GRANDES GROSSERIAS


por Ricardo Sílvio - do blog 192001

Enquanto ele não sai oficialmente no blog, que tal conversar sobre este novo projeto? Marcando esta nova fase que se inicia pra mim em 2013, a publicação da coletânea "Pequeno Manual de Grandes Grosserias" traz uma compilação de alguns textos mais ou menos recentes, outros super novos, bem como fotografias, pensamentos, em fim, uma miscelânea de coisas, que, no fim, traduzem um momento de transição com uma proposta gráfica completamente diferenciada de tudo que já fora publicado no blog. Sem dúvidas, será uma experiência visual e literária bastante estimulante para o leitor!

MINHA VITÓRIA 
por Ladjane Alencar



É a tocante - e rea l -  história de um casal que tem uma filha diagnosticada com encefalocele - doença neurológica que compromete o desenvolvimento perfeito do cérebro - e, mesmo tendo prognóstico contrário, opta por seguir adiante com esta nova vida. Uma história que é, ao mesmo tempo, um exemplo. Uma ótima dica de leitura e o melhor, ainda é possível ajudar Vitória! Visite o blog da autora, clicando aqui, compre o seu exemplar por apenas R$ 29,90. Todo o dinheiro das vendas será revertido para a manutenção do tratamento da pequena!

MENU DE POESIAS 
por Carlos Wilkën


Boa poesia sempre sai do cotidiano, das coisas que desejamos ou das nossas próprias experiências. O menu de poesias é assim: um livro sem os compromissos formais da prosa literária contemporânea, mas com uma aura completamente voltada aos desejos do corpo e da mente, além, claro, de dar vazão a tudo o que o poeta mantém dentro de si e que é análogo as nossas mais profundas sensações. É um livro que, na opinião deste autor, não deve ser lido de supetão, mas aos poucos, saboreado pelas nossas memórias misturadas nas muitas impressões dentro dele. Gostou da sugestão? Quer o seu? Quer saber mais? Faça contato com o autor pelo email livromenudepoesias@yahoo.com.br. Garanto: não se arrependerá, o caro leitor, de se dar esse verdadeiro banquete literário.

CLUBE DE CARTEADO 
por Germano V. Xavier (ilustrado por Cida Mello)


Quem acompanha o trabalho do Germano no seu blog O Equador das Coisas, sabe que o que se posta lá é literatura de primeira. Livro de debute do meu amigo, o Clube de Carteado é cheio de surpresas que são aos poucos apresentadas ao leitor. Nele você vai encontrar textos fáceis de entender, textos densos e alguns que o aguçarão o seu senso de leitura. No blog, que é uma extensão do livro, dá pra conhecer um pouco mais do universo do autor, além de interagir com ele. Vale a dica se o leitor desejar também adquirir o material, este é o caminho certo. Boa leitura!

INSTAGRAM FEED

@ricardandrade2008