MEIO AMBIENTE: Cinco cuidados essenciais antes de adotar um felino.


Olá pessoal! De volta com mais um post aqui no 192001.

Você tem animal de estimação? Provavelmente sim, mas se não tiver, já pensou em ter? Gato ou cachorro? Bom, esses dois são realmente duas espécies de animais que mexem com a cabeça de todo mundo. Tem gente que adora gato, outros defendem com unhas e dentes os cachorros, mas se tem uma coisa da qual a gente pode ter certeza é que eles são amados por todos! Neste post, quero apresentar pra vocês cinco cuidados que são essenciais para quem quer ter um felino, não importa se é gato, lince, tigre, etc...

Vamos lá?

#1 Cuidado com as alergias. 

Sim. Existem, infelizmente pessoas que são alérgicas a gato. Mas calma! Não é o gato em si que causa a alergia, e sim a saliva do bichano que, após inúmeras lambidas, acaba secando, dispersando-se no ar como poeira. O resultado é sempre aquela sensação de espirro na ponta do nariz. A depender do nível de alergia, é possível ter gatos, porque esse fenômeno só é agravado quando existem condições específicas como muito vento ou ambiente excepcionalmente seco, o que estimula a produção e dispersão da saliva que o gato deposita na pele. É importante conseguir um bom meio de manter a umidade constante. Mas se mesmo assim a alergia persistir, melhor pensar em ter outro animal de estimação. Que tal um belo coelhinho?

#2 Fique atento com as crianças. 

Especialmente os bebês. Essa vai pros pais que possuem gatinhos. Os felinos, em geral, ainda não estão 100% adaptados ao modo de vida das pessoas, como a maioria dos cães, por exemplo. Então é normal que ele não se sinta à vontade com o desejo infantil de pegar, amassar, beijar e etc. o que poderá levar a atitudes "violentas" por parte dos bichanos. Na maioria das vezes eles querem apenas ficar em paz, e isso é perfeitamente normal. Fique atento quanto a crianças em companhia de gatos, evitando que a criança ponha o felino muito perto dos olhos (ferimentos com as unhas) e da boca (risco de contaminação), e no mais, vai dar tudo certo!

#3 Ponha as vacinas em dia.

Especialmente se você adotou aquele gatinho de rua que conquistou seu coração. Se você não sabe a procedência de um animal, o melhor mesmo é leva-lo o quanto antes ao veterinário para que ele possa encontrar possíveis sinais de doenças, e, se necessário, determinar uma quarentena. Quando não se sabe a biografia do animal, sempre muito bom é a atitude de dar todas as vacinas mais importantes, só assim você saberá que está levando um animal que fará companhia e será parte da alegria da casa por muitos anos!

#4 Tenha sempre bons arranhadores. 

Sabe aquela mania que seu felino tem de arranhar o sofá? Pois bem. Isso acontece porque as garras dos felinos, como as nossas unhas, crescem, e elas precisam ser gastas, até como parte das atividades diárias de ser um felino. Por isso que de tempos em tempos, o felino arranha coisas macias ou fibrosas. Para evitar ver aquele estofado caríssimo destruído, você pode comprar um arranhador, que é super barato, ou até mesmo construir um. Neste vídeo tutorial do Youtube tem o passo a passo inteirinho.


Mãos à obra pra fazer esse negócio!

#5 Cuidado com as fezes! 

As fezes dos gatos têm um cheiro forte, não importa o quanto de ração que ele consuma. Por isso é sempre bom manter o ambiente sem esses indesejáveis "presentes" que faz parte de ter um gato. Agora, se você tem problemas, a dica matadora é: use farinha de mandioca (de preferência a que você compra em feiras, mais grossa) como terra pro seu gatíneo fazer as necessidades dele. Ela é mais absorvente, evitando ou diminuindo o mau cheiro, assim como também ajuda na hora de descartar: você pode jogar o cocô direto no banheiro, já que a farinha de mandioca é descartável!

Concluindo...

Mesmo sabendo do trabalho que o gato dá, assim como todos os animais de estimação que são bem cuidados pelos seus donos, todo mundo que tem gato sabe o quanto eles são lindos e carinhosos, quando se permitem a isso. Por isso esse post é para ajudar você a ter mais e mais integração com seu animal. Os gatos são amigos dos homens desde o Antigo Egito, e a eles é, em parte, atribuído o mérito de ter impedido a disseminação da Peste Bubônica, na Idade Média. Algumas pessoas dizem que eles têm poderes místicos, e que veem o invisível, bem como são capazes de identificar partes do corpo que estão doentes e, com seu ronronado e com "massagens", tratar a possível enfermidade.

Depois disso acho que nem precisa mais de motivos pra você ir até uma associação de animais e pegar o seu felino de estimação, né? Não precisa comprar, certeza que perto de sua casa, ou na sua cidade, tem uma associação que pode te arranjar um gatinho incrível, e o melhor, de graça. Depois conta aí nos comentários como foi a sua experiência com o gato!

Até o próximo post!

@Blog_192001 @Mrsilvioh

INSTAGRAM FEED

@ricardandrade2008