SAÚDE - 5 hábitos que você pode adquirir no seu quarto que vão salvar a sua sanidade mental.

Bom dia pessoal!

No mundo estressante em que vivemos, duas coisas são uma constante: o estresse e a falta de dinheiro. Cada vez mais pessoas acham que para relaxar, é necessário comprar alguma coisa, "se dar" um presente, ou viajar pra longe e ter um fim de semana que não corresponde em nada à vida real que todo mundo normal leva. Acontece que se você (como eu), não tem esse dinheiro sobrando, tem duas saídas: se deprimir ainda mais por isso, ou adotar hábitos que contribuirão para uma perspectiva diferente em relação ao que se sente e como se leva a vida. Selecionei cinco hábitos testados que eu adotei e que valem a pena ser tomados (na íntegra, ou com adaptações) por quem procura um pouco mais de saúde mental sem que isso consuma um dinheiro que você não tem.

#1 - Plante algo.

Sim, na vida que a gente leva hoje é complicado criar algo, porque animais, apesar de ser ótimas companhias e de retribuírem enormemente o carinho dado, infelizmente requerem muito tempo, o que poucas pessoas têm. Mas a gente precisa se doar a um projeto de médio prazo, e plantas são ótimas. Eu  comecei com uma semente de uma planta (pimenteira), que eu mesmo comprei na feira, usei terra que consegui no quartel (de péssima qualidade, diga-se de passagem) e com algumas experiências que você pode conferir aqui, desenvolvi uma possibilidade de recuperação. Hoje tenho uma planta ótima, saudável e que me dá a sensação de um pouco de controle, ainda que esse controle seja resultado de esforço e tempo, uma verdadeira metáfora do cotidiano.

#2 - Planeje coisas. 

É um conselho que provavelmente a sua mãe já te deu muito, mas é justo por ser tão bom é que é um conselho de mãe. Muitas vezes, eu até quero desenvolver certas atividades e certos projetos, mas percebo em seguida que não conseguiria. Graças ao tempo planejado no meu quarto, consigo manter o foco, sem que hajam interferências que possam turvar a percepção de como as coisas devem ser feitas. Muitas excelentes ideias que eu tive, tive na intimidade do meu quarto, quando ouvi milhares de opiniões conflitantes, interessantes, mas todas filtradas por mim, no quarto.

#3 - Se exercite.

Nem todo mundo tem condições, tempo e força de vontade pra ir a uma academia, porém quase todo mundo tem um telefone com uma conexão à internet e que dá pra desenvolver algumas atividades. É muito comum o uso de aplicativos de corrida, como o Nike Run, que ajudam bastante quem é mais de áreas abertas, mas tem outros, para Android e IOs que quebram o maior galho nas atividades indoor. Um bom exemplo disso é o Freeletics, um aplicativo que promete (e cumpre) desenvolver atividades aeróbicas e de resistência muito intensas, que permitem que haja uma perda de peso e fortalecimento muscular a partir de exercícios que você pode fazer aí no conforto do seu quarto.

#4 - Estude.

Seja por conveniência, ou porque a gente fica meio pra baixo, mesmo, tem dias que o nosso quarto é o nosso refúgio, mas ele pode ser também o nosso hospital mental. Que tal buscar e desenvolver um talento que você tem, mas sempre subestimou? Pode fazer isso por tutoriais no Youtube ou por livros. O caminho você quem decide. O importante é entender que a reclusão, mesmo que por uns dias, não precisa necessariamente ser uma coisa ruim, um tempo legal pra se reinventar às vezes é necessário e muito proveitoso, se aproveitado da maneira ideal.

#5 - Medite.

Meditar não é pensar nos problemas da vida, apenas. É encarar eles de frente e perceber como alocar ele no meio da sua rotina existencial. Há dias que são mais difíceis, outros menos, mas o importante é que na paz do seu quarto dá pra processar quase tudo o que rolou, apontar novos rumos ou ficar ali esperando aquela inspiração, que nem pode vir, e se não vier, como diz o ditato gaúcho, "chora na cama, que é lugar quente!"... Bom, o que importa é pensar que você tem algum lugar pra ir e pra pensar na vida, então, sob este aspecto, você já é mais bem sucedido do que 60% da população
mundial.

CONCLUINDO

É isso. O quarto pode ser - e é - uma boa opção pra quem tem que seguir adiante com as coisas da vida. Nem sempre as coisas correm como a gente quer, é verdade, mas se você pensar que pode, você pode, desde que se recolha, saia dos holofotes um pouco, e depois, pense em uma saída melhor. Muitas vezes, é melhor parar um pouco pra descansar as ideias, e no fim, resolver seu problema, do que ficar se punindo com as mesmas repetições erradas de sempre...

BÔNUS

Que tal curtir uma fossa com duas divas da Música Popular Brasileira? Cola nesse vídeo aí!


Quer me dar uma força? Assina meu novo canal e aprenda a fazer todos os trabalhos acadêmicos da vida. Monografando!

Até o próximo post!


@Blog_192001 @Mrsilvioh

INSTAGRAM FEED

@ricardandrade2008