10 Tradições de Réveillon ao redor do mundo


"Adeus ano velho, feliz ano novo!" Hoje é o último dia de 2015. Logo chegará 2016 e com ele, uma enxurrada de desejos, aspirações e expectativas. Místicos como somos, o ser humano sempre buscou conhecer e acessar mecanismos de atração de prosperidade, felicidade, amor. E uma data especialmente escolhida para isso é a virada do dia 31 de dezembro para 01 de janeiro. O réveillon, como muita coisa por aqui, não é uma festa original. Sua origem é francesa, e o nome "Réveillon" vem do francês "Réveiller", que significa, literalmente, acordar. A tradição na França surgiu ainda no século XVII, e aos poucos se espalhou pelas colônias francesas e daí para o mundo! No Brasil, Dom Pedro II foi o monarca que introduziu as festas de Réveillon na tradição nacional. Mas, com o passar dos anos, a festa francesa (que não passava de um grande banquete) misturou-se com o sincretismo religioso vigente no Estado brasileiro deu no que deu:

FONTE: LIMA, Raquel. Superinteressante, ed. 261, janeiro de 2009.
Muitas nações reconhecem a tradição do Réveillon no dia 31/12 (menos aquelas que, claro, não adotaram o calendário gregoriano, o nosso calendário, a exemplo dos judeus), e cada um de um jeito:

10 - BRASIL

Aqui no Brasil o Réveillon tem comida farta, mas também tem que usar branco, pular ondas e fazer aquela fezinha. Copacabana é o point mais badalado do país.


09 - EUA 

Nos EUA dia 31 é mesmo uma festa. Por lá o legal é ir à famosa Times Square ver a "bola", literalmente descer durante um minuto simbolizando a chegada do ano novo. Nonsense? Talvez. Divertido? Certamente. Tem até um episódio de "Todo Mundo Odeia o Chris" que se passa nesse evento. Só que na década de 1980. Mas se ver bolas descendo de prédios não for a sua praia, você pode também ir à Pasadena e conferir de perto a "Rose Parade", uma tradição que remonta ao fim do século XIX e mistura Réveillon e esportes nacionais.

"Todo Mundo Odeia Véspera de Ano Novo"


"Rose Parade 2015" 20 minutinhos com algumas bandas em desfile.


08 - CAMBOJA

Lá no Camboja a data é bem introspecta e todos os jovens são convidados a celebrar a época lavando os pés dos mais velhos da família. Isso ensina a ter respeito com as tradições e com a experiência que eles possuem. Todos celebram desejando "Chaul Chnam Thmei", que é o equivalente ao nosso "Feliz ano novo"! Só que na língua deles, claro.

07 - ALEMANHA

Na Alemanha, o porco manda!

Os alemães também celebram com comida, porém lá um tipo específico de comida é mais consumido na data: a carne de porco. Entre os alemães, comer porco no dia 31 e na virada do ano é um excelente meio de se atrair sorte e prosperidade pra o ano que se iniciará. Tem porco de todo jeito, desde o porco assado, igual o nosso peru, até doces confeitados na forma de porquinhos.

06 - ITÁLIA

Ponte de Santo Ângelo, local da tradição italiana de ano novo.

Uma tradição de Réveillon radical se pratica na Itália. Os italianos curtem pular da Ponte de Santo Ângelo. O local é lindo e quem pula mergulha direto no Rio Tibre. O problema é que é um salto super arriscado e contra indicado, já que o rio é considerado de baixa profundidade para a prática desse "mergulho em estilo livre". Mas o italiano médio não tá nem aí pra isso e todo ano a tradição atrai milhares de pessoas. A maioria só pra olhar mesmo.

Confere aí a tradição:


Deu pra ver que no final tem uma competição de remo básica. Mas o negócio do povo é mesmo pular.

05 DINAMARCA

Lá a tradição é interessante. Você reúne parentes e amigos, claro, e depois da sua ceia de ano novo, vai pulando cadeiras. Isso mesmo, pulando as cadeiras, para os dinamarqueses, você está atraindo sorte e prosperidade para si e para os seus no ano novo.Já deu, né? Não! Por lá também é tradição quebrar pratos na porta dos amigos mais chegados. Quanto maior a pilha de pratos quebrados na porta do sujeito, mais querido ele é.


Uma tradição desestressante, com certeza.

04 - HOLANDA

Os holandeses gostam de leite e do natal. Mas quando pesam as prioridades no ano novo, o leite vence, porque por lá manda a tradição que no dia 31 de dezembro se faça uma bela fogueira com as árvores de natal. Tem quem considere isso a verdadeira tradição holandesa.

E junta gente! Olha:


Mas nem só de fogueiras de árvores de natal vive o Réveillon dos holandeses. Eles também se amarram em mergulhar em alguns dos seus muito gelados lagos.

Legal, não?

3 EQUADOR

No equador, manda a tradição que se queime objetos e bilhetes com as experiências ruins do ano que se passou para que não se repitam no ano seguinte. Uma tradição muito simpática que tem alguns adeptos no Brasil, mas naquele país, a tradição manda que esta seja uma celebração pública. Boas energias serão atraídas pela fumaça de tudo de ruim que queimou!

2 BELARUS

Neste país do leste europeu, no fim do ano rola uma competição se solteiras. A vencedora recebe de prêmio um marido no ano novo. Ou pelo menos espera recebê-lo, né? Porque são várias provas. A mais inusitada consiste em pedir que várias solteiras façam uma pilha de milhos e, sentadas em círculo, coloca-se um galo para escolher a campeã. A pilha que o galo escolher será a da mais nova consorte. E o galo vai panela depois, claro.


01 ÁUSTRIA

Na Áustria manda a tradição que se despeje chumbo derretido em um recipiente com água a fim de que se descubra o que o ano novo aguarda. Todos os anos as pessoas se reúnem e curtem por lá essa diferente tradição.


Seja como for todos nós adoramos o Réveillon. Não importa como curtir. O que importa mesmo é que são as suas ações, acima de qualquer tradição, que têm o poder de determinar de que forma será o seu novo ano!

Feliz ano novo!
@Blog_192001 @Mrsilvioh

INSTAGRAM FEED

@ricardandrade2008