Dias iguais

Todos temos impulso interno muito forte, que nos impele a julgar, muitas vezes em excesso e sem mérito, boa parte das pessoas que estão ao nosso redor. Sem medo nenhum de parecer invasivo, creio que está chegando o dia em que os poucos amigos que temos, quando os temos, serão os últimos dos últimos.

Melhor deixar em casa maus hábitos, se você não quer que eles se tornem um problema excepcionalmente grande, aí, meu caro, chegamos ao ponto sem volta. É o fim.

INSTAGRAM FEED

@ricardandrade2008