5 Hits contemporâneos pra ouvir antes de dormir

Tá sem sono? Pega essa playlist!

Música é muito bom. E o melhor é saber que tem sempre uma música que é a cara de determinados momentos do dia (e em alguns casos, da vida inteira) da gente. Tem música que ajuda a pensar, a refletir, discutir a relação, em fim... música que ajuda em praticamente tudo. Nessa minha fase deliciosa de listas, escolhi cinco músicas que não podem faltar no seu celular na hora de... pegar no sono.

Lista elaborada entre as minhas viagens Salvador/Paulo Afonso, Salvador/Juazeiro. Vale a pena, porque se você consegue dormir num ônibus, é capaz de dormir em qualquer lugar! Vamos às músicas:

#1 - GIRL ON FIRE


Girl On Fire, da Alicia Keys é dessas músicas que dão sono de cara. Mas não é uma música entediante. Ao contrário, é tão boa que dá vontade de deitar no colo de quem a gente gosta e curtir horrores a balada até... cair no sono legal. Tem clipe e tudo. E vale a pena chegar junto pra conferir, pois o clipe segue a mesma linha. 


#2 BLUE JEANS


Blue Jeans, da Lana Del Rey é dessas músicas que assustam, mas são como algumas do Caetano, extremamente enigmáticas. Um ponto pra Lana é que é o primeiro dos clipes que não parece que foi feito no finado Movie Maker do Windows. Além, claro de ter uma estética muito bonita, conforme dá pra conferir abaixo. 


#3 SKINNY LOVE


É uma musiquinha DELICIOSA, mas só pra se ouvir só, a noite, de preferência, porque durante o dia, não rola, mesmo. Nem tem versão remix, pra ver como é instigante. Mas, confesso, já curti muita dor de cotovelo nessa melodia. O clipe, entretanto, não decepciona também.


#4 NEVER LET ME GO


"And its over..." A Florência das máquinas, como fala o pessoal da D1v4s depressão manda ver nessa balada pra lá de deprê. Mas, pra mim, tem um significado super profundo. Fico magoado quando falam mal dela. Dica: a música perfeita prum suicídio bem elaborado. Que acham? Pesquisem no Vaga Lume e vejam que melodia de matar!... E comparem com o clipe!


#5 HAPPY ENDING 


Ao final, o melhor. Essa é já bem conhecida, mas serve muito bem pra fechar aquela noite de insônia, pra dormir vendo o sol nascer entre as frestas da porta, naquele friozinho legal no início da manhã... melhor que isso, só se for um sábado e a gente poder ficar dormindo até mais tardinha. Bom... Mika e seu Happy Ending fecha essa lista, elaborada nas primeiras horas de um novo dia. Curtam e quando quiserem, comentem!


DROPS ESTIMULANTES

Nesse caso, apenas um drop. Quem se lembra do romance "O morro dos ventos uivantes", da inquietíssima Emily Bronté, que trata de questões sociais e sexuais muito intensas mexeu com a cabeça de muita gente da era vitoriana? Quase ninguém, né?  Mas não só dessa galera esse romance mexeu com a cabeça, nos anos de 1970, a ex aluna de colégio interno Kate Bush (foto) gravou uma música, inspirada no dito-cujo, que marcou sua época e sua carreira, e até hoje é lembrada.

Assustadíssima nessa foto, Kate Bush chegou ao #1 nas paradas britânicas, sendo a primeira mulher a fazê-lo. 
Bush é lembrada no underground pela sua performance de Wuthering Heighs, que é homônima ao Morro dos Ventos Uivantes. Além de ser uma performance muito bonita, é também muito particular. Sobretudo pelas caras e bocas que a cantora faz. Mas vale a pena ver, porque é de sobremaneira algo original - se bem que em tempos de Lady Gaga...

WUTHERING HEIGHTS - KATE BUSH


Existe também a chamada "Red Dress Version", ou a versão do vestido vermelho, numa tradução literal. Bem mais apagada do que essa. Pra mim, é a que fica, espero que seja unânime. Agora, se você deseja conhecer mais a história, mas não rola um tempinho pro livro, fica a dica: o filme está completo no Youtube. É só clicar abaixo e conferir a coisa toda. Prepare a pipoca e bom filme!


Curta o blog no Facebook!

INSTAGRAM FEED

@ricardandrade2008