Pequenos espinhos


Muitas vezes pretensiosamente achamos que somos capazes de fazer os pequenos desgostos diários desaparecerem somente isolando os seus agentes causadores de nosso campo de visão. Eu mesmo me pego, muitas das vezes, mandando pra debaixo do tapete a sujeira emocional não resolvida. Geralmente, ao tomar essa atitude, eu atiro em duas veias principais do processo de mal estar emocional: debando com o sentimento, assim, consigo a sensação imediata de tranqüilidade (algo semelhante ao que a droga faz ao corpo) e, mantendo esse mal hábito consigo ter a impressão de que estou no controle, no poder... bem... em se tratando de psiqué humana, a verdade, amigos, é que nunca se está no controle...

Às vezes, de tanto mexer na nossa "casa", acabamos encontrando muitas coisas. Eu acho que uma arrumação é boa e necessária, porque nela nos encontramos com sentimentos que às vezes, não entrávamos em contato há muito tempo. O que tanto pode nos trazer tanto conseqüências boas quanto ruins. Bem verdade, quando temos o hábito de não encararmos nossos sentimentos de verdade, adiando o conflito como quem adia um embate, as surpresas, na maioria das vezes são desagradáveis.

Nossa "casa" espiritual precisa de arrumação tanto quanto a nossa casa física. Mas, na "compra" de um novo móvel sentimental, temos que entender que, em muitos casos, podemos ficar insatisfeitos com as nossas aquisições. Então, como pequenos espinhos tais aquisições sentimentais, mágoas, medos, vergonhas e preconceitos, para citar alguns, conseguem nos fortalecer, tornarmos seres humanos mais nobres e menos sujeitos às influências danosas da nossa "bagunça mental".

Pequenos espinhos incomodam, causam dor, mas, de qualquer foma, contribuem para que possamos encarar melhor dores maiores e  levar adiante o nosso dia-dia. Assim, esses incômodos não são mais tão sentidos e conseguimos, a médio prazo, até respirar mais aliviados depois de nossas tempestades emocionais.

Pequenos espinhos existem, graças a Deus, já imaginou se não tivésemos essas preparações emocionais? Nossa vida seria um eterno caos e uma bagunça generalizada. Arrume sua casa hoje, não tenham medo!

Silvio.
(silvio.superboy@gmail.com)

INSTAGRAM FEED

@ricardandrade2008