Revelações




São quase nove horas da noite. Não acredito que estou aqui, quer dizer, não sendo eu, não sendo aquilo que eu esperava que eu fosse. Acho que toda revelação deve surgir de uma limitação. Somente sabendo aquilo que não somos, podemos nos limitar dentro de um parâmetro positivo, de um ponto real de convicção acerca do nosso tamanho no universo. 

Sabem, nem sempre é fácil manter a linha quando se tem um mundo a agradar, quando as pessoas não esperam que você se recupere antes de dar o próximo passo. Pode não parecer, mas eu, mas todos nós,  vivemos nessa situação de constante tensão todos os dias. Confesso, meio que realizado, que não só pra mim essa situação é realmente frustrante. Pior que isso, sentir que nada lhe pertence no mundo, é uma das piores sensações que se tem. Há dias em que acordo assim. Hoje não foi um deles, felizmente. 

Sabe, acho que no fim de tudo, principalmente no fim do post, estar vivo requer, mais que força de vontade,  trata-se na verdade, de ter a necessária humildade para reconhecer seus defeitos, e ousadia para projetar suas qualidades. Sou muito falho em vários aspectos, mas, em muitos outros sou muito bom. Todo mundo tem pontos fortes e fracos. Hoje celebro os meus pontos fortes. 

Minha revelação de hoje não é somente que estamos num limiar entre o sucesso e o fracasso, e que ambos se encontram em contraste dentro da gente, acho que a minha maior descoberta se deve justamente à minha percepção da pessoa que sou, do que posso, do que não posso, daquilo que me regula e que me instiga a seguir adiante. Ademais, quando eu me sinto bem, prevejo que posso fazer todos à minha volta bem. Da próxima vez que o medo ou a tristeza tomarem conta de mim, estarei sempre com essas palavras na cabeça.  Estar numa pior é assim chamado porque ninguém fica numa pior. É um estágio, uma passagem, um aprendizado que nos ensina muito mais do que as perdas que requer de nós, que nos fortalece e que nos mostra novos rumos quando pensamos que os disponíveis já se foram. 

Minha revelação de hoje me toca, mas seria inútil se não tocasse a mais alguém. Por isso ela está aqui. Faça bom proveito.

Sílvio                                                                                   
(Silvio.superboy@gmail.com)



INSTAGRAM FEED

@ricardandrade2008